Filosofias

Naruto: O que você pode aprender com este anime?

Publicidade


📘Introdução á Naruto: O que você pode aprender com este anime?

“Naruto” é uma popular série de anime e mangá que narra a jornada de Naruto Uzumaki, um jovem ninja com o sonho de se tornar o líder da sua aldeia, conhecido como Hokage. Ao longo da história, ele enfrenta desafios, faz amigos e luta contra poderosos inimigos, enquanto busca reconhecimento e supera o estigma de ser portador da besta de cauda conhecida como Kyuubi.

Naruto
Imagem Sara Blog’s – Kumara e Naruto

📖 Contextualizando

Na temporada 4 de Naruto Shippuden, após o Sensei Asuma sair em uma missão de reconhecimento, acaba encontrando dois adversários extremamente fortes, resultando num confronto muito difícil de ser vencido, após uma luta mortal, Asuma sai derrotado e vem a óbito na frente de seus pupilos (Shikamaru, Ino e Choji).

Publicidade

Na temporada 6, um dos lendários Ninjas conhecido como Jiraiya da Vila da Folha sai para uma missão de espionagem para encontrar mais informações da Akatsuki, uma organização de ninjas renegados e se depara com um dos maiores “vilões” do universo Naruto até então. Após um confronto duríssimo não conseguiu resistir e também morreu em campo de batalha.

Imagem Sara Blog’s – Jiraya e Asuma – Imagem criada por Miento Naruto

💭 Opinião

Sempre quando alguém fala sobre Naruto, penso em como existem tantas lições de vida que podem ser aprendidas com o anime. Hoje me deparo que a maioria das pessoas pensam que as principais lições são resistência, resiliência e força de vontade, mas acabam se esquecendo ou não se atentando a  outros fatores tão, ou mais importantes.

Portanto vou expor minha opinião em um assunto não muito falado sobre Naruto. Esta obra é uma aula de como lidar com o luto, em todas as minhas análises até hoje, nenhum anime foi tão cirúrgico e detalhista em um assunto específico como foi em Naruto.

Os especialistas separam o processo de luto em 5 fases: Negação, raiva, barganha, depressão e aceitação, não necessariamente nessa ordem e também não necessariamente envolvendo essas 5 fases, isso é muito subjetivo, afinal, algumas pessoas são mais racionais e outras mais emocionais.

Publicidade

Na temporada 4 o grande protagonista foi Shikamaru, pupilo de Asuma (falecido em campo de batalha), nesse momento do anime mostra exatamente algumas dessas partes do processo de luto vivenciadas por ele. Para Shikamaru, o sentimento se deu início como uma depressão, quando está andando pelas ruas da vila da Folha com o rosto inexpressivo, enquanto todas as pessoas estão vivendo suas vidas normais à sua volta. Sentiu raiva, quando confronta seu pai ao falar sobre seus sentimentos e empurra o tabuleiro de Shogi, vindo assim a negação, quando vira a noite chorando e por fim a aceitação…

Imagem Sara Blog’s – Shikaku e Shikamaru – Naruto

A aceitação vem após um diálogo muito bonito com seu pai (Shikaku), que ao ver seu filho depressivo, decide chamá-lo para jogar Shogi e tentar reverter a situação. Primeiro ele começa “provocando” Shikamaru dizendo que as jogadas dele estão péssimas, depois dizendo que os Ninjas que mataram Asuma eram muito fortes, e provavelmente Shikamaru não conseguiria derrotá-los. Em seguida ele muda de estratégia e começa a elogiar seu filho dizendo que é grato e orgulhoso por tê-lo como filho e tem certeza que Shikamaru será um grande ninja. A cartada final acontece quando Shikaku questiona como Shikamaru irá se impor ao que aconteceu, o que será feito em relação a isso. E num dos conselhos mais bonitos o pai pede que seu filho extravase seus sentimentos e jogue tudo pra fora.

Na temporada 6, o protagonista foi de fato Naruto, que era o aluno de Jiraiya (que também morreu em campo de batalha). Naruto é mais emocional que Shikamaru, então passou por algumas fases com mais intensidade, por exemplo quando confrontou a Hokage (líder da aldeia) ao deixar Jiraiya sair para missão, também passou por negação e depressão quando se isolou de todos em sua casa ou andava pelas ruas completamente inexpressivo, além da cena em que senta num banco na rua no meio da noite quando todo mundo já estava em casa, e começa a chorar.

Imagem Sara Blog’s – Naruto

Dessa vez, a pessoa decisiva para a aceitação de Naruto será Shikamaru, que chega para conversar e aconselhar Naruto, afinal, ele já havia passado por esse mesmo processo antes.

Shikamaru mostra a Naruto, Kurenai Sensei, viúva e grávida de Asuma, e diz que aquela criança foi confiada a ele, para cuidar e protegê-la. Logo em seguida usa a mesma tática que seu pai havia usado, e começa a questionar Naruto o que será feito em relação a morte de Jiraiya, como ele irá lidar com essa situação.

E esse é o ponto de reviravolta, esse é o ponto de aceitação, a partir do momento que encontramos um novo motivo para viver, nosso sentimento muda em relação a depressão. A depressão não necessariamente é tristeza, é sim a falta de sentimentos. Ao achar uma causa para se agarrar novamente, automaticamente nosso foco é voltado para a realização desse objetivo.

O luto não é apenas sobre o falecimento de alguém especial, é sobre perdas que não escolhemos, podendo ser sobre uma amizade, relacionamento, emprego ou até uma série que você gostava e acabou. A grande questão é, como a gente vai se impor a esse evento traumático? No caso de um falecimento, como posso honrar essa pessoa? No caso de um relacionamento, como posso ser feliz sozinho, aprender com meus erros para ter um relacionamento melhor lá na frente? No caso de um emprego, como posso me qualificar para conseguir um emprego melhor?

O que nos faz evoluir, não são os eventos traumáticos, e sim como reagimos a isso. Cair é completamente normal, faz parte da nossa vida ter altos e baixos, mas a redenção é o que vai te tornar melhor.

Imagem Sara blog’s – Naruto e Jiraiya

Nossa indicação de hoje: Fullmetal Alchemist: Entenda o sucesso do anime que tem opinião forte! 🦾
Acesse nosso grupo do WhatsApp e receba todas as novidades relacionadas à animes!!  (づ ᴗ _ᴗ)づ♡


Elaborado por Rafael Munhoz e Samuel Piroupo.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *